4 Cuidados que os idosos precisam ter ao caminhar

Como já é de conhecimento, a fase idosa é uma das fases que mais requer atenção e cuidado. É a fase onde os idosos estão mais frágeis, podem contrair doenças de maneira mais rápida e são mais dependentes de nós. 

A saúde dos idosos é um ponto que requer muita atenção. Precisamos sempre estar atentos aos sintomas e aos indícios que eles apresentam, em casos de doenças, por exemplo. 

Pensando nisso, é fundamental e de extrema importância promover uma assistência maior a esse grupo de indivíduos, para que, dessa forma, eles alcancem uma qualidade de vida boa e que sua expectativa de vida aumente. 

Mas afinal, qual grupo é considerado idoso?

O grupo dos idosos é composto por aqueles indivíduos que possuem idade igual ou superior a 60 anos. Ao alcançar essa idade, o cidadão já passa a ser considerado idoso e passa a ter, por direito, alguns benefícios. 

A saúde dos idosos 

A saúde dos idosos é um ponto que está diretamente relacionado à qualidade de vida. Além disso, mais importante do que ter uma vida consideravelmente longa, é fundamental que os idosos possam continuar desfrutando desta vida, tendo sua saúde e seu bem-estar físico preservados. 

Por serem um grupo mais frágil, a chance dos idosos contraírem doenças e infecções é maior, tanto doenças relacionadas à genética, quanto doenças que podem ser desenvolvidas ao longo da vida. 

Portanto, nesse cenário, o mais recomendado é que, sempre que um sintoma estiver surgindo, é fundamental procurar um médico para iniciar os tratamentos com remédios específicos, próprios para o quadro do paciente.

Esses médicos podem ser contratados de maneira particular, através de convênios médicos, ou até mesmo através de postos de saúde e redes básicas que oferecem diversos serviços. 

A saúde física dos idosos 

A saúde física dos idosos também é um outro fator que deve ser levado em consideração. Para que essa saúde seja mantida de forma eficaz, é necessário investir em atividades onde os nossos velhinhos exercitem seus corpos. 

As práticas de atividades físicas são super indicadas para quem já atingiu ou passou dos 60 anos de idade. Além de auxiliá-los a combater o sedentarismo, essas atividades farão com que eles se movimentem e tenham menos chances de desenvolverem problemas relacionados ao físico. 

Essas atividades, podem ser fundamentais também para ajudar os idosos a não desenvolverem problemas de saúde mental, como por exemplo, problemas de depressão e ansiedade e até mesmo evitar o desenvolvimento de alguns tipos de transtornos. 

Investir em praticar atividades poderá fazer com que os indivíduos da terceira idade ampliem também seu convívio social, o que também é um fator vantajoso no caso da idade, afinal, quanto mais o idoso se relaciona, menores são suas chances de desenvolverem doenças e de se sentirem sozinhos. 

Abaixo, separamos algumas atividades que o grupo da terceira idade pode investir. Confira algumas:

  • Caminhadas;
  • Alongamentos;
  • Pilates;
  • Dança

Além dessas, existem inúmeras outras atividades de flexibilidade que podem ser facilmente praticadas pelos velhinhos e que trarão muitos benefícios a esse grupo. 

No entanto, existem alguns cuidados que precisamos ter ao propor essas atividades aos idosos. 

Pensando no cenário pandêmico que vivenciamos nos últimos 2 anos, os cuidados durante o confinamento foram redobrados, conforme mostra uma pesquisa realizada no início da pandemia. 

Além do mais, ao propor atividades como caminhadas, por exemplo, também precisamos ficar atentos aos cuidados que os idosos precisam ter no momento. Não só no momento de caminhar fora de casa, mas também no momento de caminhar dentro de casa, já que por serem mais frágeis, às vezes acabam não prestando tanta atenção. 

Nos tópicos abaixo, separamos as principais dicas de cuidados que os idosos precisam ter ao realizarem atividades de caminhada.

Procure sempre estar alongado

O alongamento é um ponto importante para desenvolver melhor a caminhada. O idoso já vai estar com um preparo físico mais garantido, o que evitará dores e desconfortos.

Preste atenção ao seu redor

É importante que o idoso fique sempre atento a tudo que tem ao seu redor. No caso das caminhadas na rua, fique atento ao trânsito de carro e ao momento certo de atravessar a rua. Lembre-se, lugar de pedestres é na calçada e lugar de carros é na rua. 

Evite caminhos longos

Apesar de estar alongado e melhor preparado, é sempre bom evitar caminhos muito longos e que cansem. Isso fará com que o idoso se sinta cansado mais facilmente. Além disso, procure sempre estar em um ritmo mais desacelerado, aproveitando mais o caminho e tudo que o rodeia. 

Atente-se aos pisos

É importante que o idoso fique sempre atento aos pisos de onde está pisando e aos empecilhos que existem no caminho. Fique ligado com pisos escorregadios, ainda mais em caso de chuvas, onde isso pode se agravar.

Essa dica é importante tanto dentro de casa, quanto fora. No caso dos pisos cerâmicos, opte por aqueles antiderrapantes, que irão prevenir acidentes indesejados. 

Logo, seguindo algumas dessas dicas, os idosos conseguirão se locomover e desenvolverem suas atividades de maneira menos perigosa, sem trazer riscos para sua saúde.