Indicadores de gestão: o que são e como funcionam

Indicadores de gestão

Os indicadores de gestão ajudam a estabelecer diretrizes, objetivos e metas, sempre olhando para dentro da companhia. Com base nisso, fica mais fácil avaliar de maneira crítica os resultados alcançados e pensar nos desafios que vêm pela frente.

O processo produtivo, seja na indústria, no comércio ou em qualquer outro setor, pode contar com indicadores que ajudam a compreender como está o desempenho de uma corporação.

As várias ações que podem ocorrer estão atreladas à quantidade e ao nível de detalhamento que é possível obter durante a medição de processos.

Quando as corporações utilizam sistemas automatizados de gestão, como é o caso do ERP, que é um sistema integrado de gestão empresarial, elas conseguem acessar seus indicadores e tomar decisões mais assertivas.

Independentemente de qual seja o setor ou o tamanho do seu negócio, trabalhar com os indicadores de gestão é fundamental para melhorar os resultados dos processos internos.

Se você não compreende bem o assunto ou não tem ideia do que se trata, não deixe de ler este artigo até o final.

Vamos explicar o que são os indicadores de gestão, quais são suas funções, características e importância para o marketing digital, além de mostrar alguns benefícios para o sucesso do negócio e apresentar algumas métricas. Confira!

Entenda o conceito de indicadores de gestão

Os indicadores de gestão são cruciais para uma boa tomada de decisão, afinal, analisar as informações relacionadas aos processos internos ajuda a entender melhor como está a performance da corporação.

Muitos aspectos podem ser avaliados por meio desse recurso, e dentre aqueles que as companhias mais costumam prestar atenção, estão:

  • Rentabilidade;
  • Produtividade;
  • Competitividade;
  • Lucratividade;
  • Pontos fortes e pontos fracos.

Se um fabricante de capa para sapato acompanha seus números, consegue planejar melhor seu próprio futuro e assegura as tomadas de decisão dos gestores.

A gestão por meio de indicadores também diz muito a respeito de novos investimentos, como dimensionar a equipe do jeito certo, estratégias para ampliar a produção e redução de custos.

Outras fusões são estudar a viabilidade de lançamentos de novos produtos, melhorar o relacionamento com o cliente, conhecer novos fornecedores, qualificar melhor os colaboradores, melhorar o posicionamento de marca, entre outras possibilidades.

Uma das características dessa gestão é o fato de que as empresas que já aderiram a ela costumam utilizar quadros e painéis em seus departamentos para divulgar os dados abertamente a todos os funcionários.

Essa atitude é conhecida como “gestão à vista”, e permite que todos os colaboradores acompanhem seus resultados, bem como os de outros departamentos.

Optar por esse recurso traz muitas vantagens para os negócios, principalmente porque possibilita que todos os colaboradores conheçam os indicadores corporativos.

Se os indicadores de uma empresa especializada em fachada de vidro glazing forem positivos, todo o quadro de funcionários pode comemorar.

Por outro lado, se os números estiverem abaixo do esperado, a equipe toda pode debater estratégias para alcançar os objetivos e compromissos da companhia.

Em linhas gerais, todos conseguem enxergar o panorama da corporação e assumem um papel importante na busca pelos resultados esperados.

Por essa razão, os indicadores de gestão são considerados ferramentas imprescindíveis para o planejamento estratégico, como ficará ainda mais claro a seguir.

A importância dos indicadores de gestão

Trabalhar com os indicadores de gestão é importante por diversas razões. Uma delas é que eles ajudam a definir metas claras e objetivas para a corporação, e a equipe passa a conhecer as metas que movem o negócio, tanto gerais quanto individuais.

Elas precisam ser bem claras e objetivas, pois dessa forma serão compreendidas, estarão sempre expostas e, principalmente, acessíveis.

Esses indicadores servem como o primeiro passo para criar políticas de premiações e recompensas para todas as metas alcançadas.

Mesmo para os pequenos negócios que ainda não têm condições de investir nesses recursos, o simples fato de definir metas e objetivos pode manter a motivação e os bons resultados.

Para uma empresa de higienização de poltronas, esses indicadores também são essenciais porque orientam os gestores em relação à performance da companhia, assim como na relação entre os objetivos estabelecidos e alcançados.

Só que para aproveitar todas as vantagens dos indicadores, é necessário analisá-los diariamente, semanalmente ou mensalmente, pois essa frequência faz com que a empresa seja capaz de acompanhar seu próprio desenvolvimento.

Quando uma corporação está tendo um baixo desempenho, geralmente o empreendedor ou gestor acredita que ela está passando por uma crise. No entanto, os problemas costumam ser gerados pela própria companhia.

Se os indicadores de gestão são aplicados corretamente nos processos, fica mais fácil identificar falhas e erros que podem atrapalhar o desempenho do negócio.

Por fim, quando as falhas são identificadas, podem ser imediatamente corrigidas, e os processos, otimizados.

Nunca é demais reforçar que uma empresa de limpezas de condomínios, assim como as demais, precisam acompanhar os indicadores de gestão regularmente, para assim promover melhorias contínuas.

Benefícios dos indicadores para os negócios

Ao optar pelos indicadores de gestão, a empresa eleva consideravelmente seu nível de competitividade. Afinal, eles guiam melhor as tomadas de decisões, tendo como base dados e análises que ajudam a projetar tendências.

Isso possibilita que os gestores tenham acesso a insumos que estruturam melhor o plano de ação. Entre os benefícios que podemos mencionar estão:

1 – Aumento da produtividade

Esse recurso impacta de maneira positiva na produtividade da empresa. Se ela tenta entender as métricas mais importantes e assim compreendê-las, é capaz de impulsionar os resultados e otimizar as suas ações operacionais.

Ao longo do tempo, os erros estratégicos diminuem, as decisões se tornam mais assertivas e a produção é direcionada para um caminho que funciona para os negócios.

2 – Melhoria dos projetos

Os indicadores de gestão potencializam a visão em relação aos processos e projetos, visto que uma política operacional baseada nos dados trazidos por eles, capacita os avanços de maneira direta.

Contudo, é importante gerenciar esses indicadores por meio de dashboards inteligentes, pois com isso um fabricante de ribbon para impressora argox visualiza melhor seus projetos e setores.

Consequentemente, fica mais fácil responder a qualquer pergunta e acessar as informações em tempo real.

3 – Otimização dos recursos

Ao implementar os indicadores, a companhia tem mais facilidade em otimizar seus recursos. Isso porque quando ele entende em quais atividades devem focar e quais estratégias que ajudam a alcançar os resultados esperados, planeja melhor seus insumos.

Nesse cenário, para aproveitar todas essas vantagens, é muito importante conhecer os indicadores de gestão que apresentam melhores resultados.

Principais indicadores de gestão

Boa parte dos processos gerenciais geram indicadores que ajudam a acompanhar o desempenho da corporação. Desde o momento em que uma empresa de cursos NR recebe seus insumos, começa a gerar informações fundamentais.

A quantidade de indicadores que deve ser trabalhada está relacionada à natureza do negócio e ao seu planejamento anual. 

De qualquer forma, a começar pelo índice de inadimplência, este indicador avalia valores que a empresa deve receber e o montante atrasado ou pago pelos clientes.

Já a taxa de retenção trata-se do tempo médio que os colaboradores permanecem trabalhando para a companhia.

Por meio do Market Share, um fabricante de equipamentos de proteção individual analisa sua participação no mercado em que atua.

O Net Promoter Score (NPS) auxilia na mensuração de quantos e quais são os clientes que ajudam a promover a marca indiretamente, como por exemplo, indicando seus produtos e serviços a outras pessoas.

O EBITDA ajuda a calcular o quanto de recursos a companhia gera por meio de suas operações, antes de subtrair os impostos.

Por sua vez, a margem de lucro líquida mostra o que a empresa planeja lucrar depois de fazer alguns investimentos, seja em marketing, melhoria de processos internos e assim por diante.

O lucro líquido diz respeito a um valor que sobra depois que todos os custos e despesas foram devidamente pagos pela organização.

Além disso, um fabricante de adesivo transparente personalizado pode usar a quantidade de horas produtivas para calcular o número de horas trabalhadas por seus colaboradores, descontando atrasos, períodos ociosos e faltas.

Já os custos de produção revelam as despesas relacionadas aos serviços prestados, como o funcionamento de máquinas, horas trabalhadas pelos colaboradores, custos dos insumos, despesas com suprimentos, dentre outros.

Por meio do índice de turnover, a corporação analisa o volume de demissões, comparando-o à quantidade de funcionários e o tempo que eles costumam permanecer contratados.

Outros indicadores muito usados são os de qualidade, nível de satisfação dos clientes, giro de estoque, o custo das mercadorias, margem de contribuição, logística, qualidade dos fornecedores, custo total de produção, dentre outros.

Considerações finais

A melhor maneira de conhecer e avaliar o desempenho do negócio é por meio dos indicadores de gestão.

Como vimos, existe uma variedade deles, e todos oferecem respostas em relação a diferentes questões pertinentes para o crescimento da companhia e seus métodos de atuação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.