5 Estados brasileiros que mais investem em energia solar

De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Brasil tem registrado um significativo crescimento na produção de energia solar, ultrapassando a marca de 5 GW de potência operacional. Além disso, o País já acumula mais de R$ 12,8 bilhões em investimentos no setor desde 2012.

Levando em conta esses dados, é possível afirmar que a energia solar se destaca como a fonte energética que mais cresce no Brasil. A tendência é que esse crescimento seja ainda maior nos próximos anos, sendo impulsionado não apenas pelo excelente custo-benefício, mas pelos diversos incentivos atualmente oferecidos pelo Governo e instituições financeiras.

Descubra os estados que mais investem em energia solar no Brasil

Apesar da recente expansão, a energia solar representa apenas 1,7% de toda a eletricidade gerada no País. Ainda segundo dados da ABSOLAR, o estado brasileiro que mais produz energia fotovoltaica é Minas Gerais, que é amplamente beneficiado pela presença dos raios solares ao longo de todo o ano.

Além disso, Minas Gerais se destaca como o primeiro estado a aplicar isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre energia solar. O estado também possui uma das tarifas de energia elétrica mais elevadas do Brasil, levando a uma maior procura por métodos de geração própria de energia.

A segunda posição do ranking entre os que mais geram energia fotovoltaica é ocupada por Rio Grande do Sul, seguido por São Paulo. O quarto colocado entre os que mais investem nesta fonte energética é Mato Grosso, enquanto Paraná fecha a lista dos 5 estados que mais produzem energia proveniente do sol.

No primeiro trimestre de 2021, a capacidade instalada desses estados era:

  1. Minas Gerais: 1 GWp;
  2. São Paulo: 742 MWp;
  3. Rio Grande do Sul: 728 MWp;
  4. Mato Grosso: 444 MWp;
  5. Paraná: 341 MWp.

Além de listar os estados, a ABSOLAR elaborou um ranking entre os municípios que mais investem em energia solar. O Rio de Janeiro ocupa a primeira posição neste quesito, seguido por Uberlândia (MG), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE) e Brasília (DF).

Principais fatores que influenciam no aumento da produção de energia solar

A energia solar pode ser muito aproveitada em todas as regiões do Brasil, já que o território do País conta com uma alta incidência de raios solares. Investir em um sistema de geração fotovoltaico pode trazer muitos benefícios para o meio ambiente e para os consumidores, tanto em residências como em indústrias e grandes empresas. 

Atualmente, o principal fator impeditivo para que mais pessoas apostem neste tipo de fonte energética é o alto investimento inicial necessário para a aquisição e instalação dos equipamentos que compõem o sistema solar. Esta dificuldade, inclusive, é frequentemente apontada como um dos poucos pontos negativos da energia fotovoltaica.

Para contornar este tipo de problema, hoje há muitas opções de linhas de crédito para ajudar pessoas físicas e jurídicas que desejam investir em energia solar fotovoltaica. Este tipo de sistema pode ser instalado em residências, comércios, condomínios e até mesmo prédios públicos.

Com a crise hídrica que só se agrava, a tendência é que a energia solar passe a fazer parte cada vez mais da realidade brasileira. O investimento inicial é alto, porém vale a pena se considerar a longo prazo.

Não fique de fora das novas tecnologias e invista você também, seja para fins residenciais ou para empresas, onde o gasto com energia é ainda maior.