Dicas para economizar nas compras de itens para casa

Confira as dicas para economizar na aquisição de alimentos, produtos de utilidade doméstica e outros produtos do dia a dia e usar melhor seu dinheiro

A pandemia sem dúvida alguma afetou a saúde e o bolso dos brasileiros. Além disso, vivemos um período econômico instável, no qual qualquer alteração de preço em algum item essencial ou combustível nos afeta diretamente, levando o preço dos itens de casa às alturas.

Neste momento, mais do que nunca é importante fazer compras com racionalidade, aproveitar promoções e saber o que e quando comprar para não gastar dinheiro na hora errada ou em algo desnecessário.

Não importa se a compra é para alimentos, produtos de utilidade doméstica ou itens do dia a dia, sempre é preciso analisar e comparar os preços para comprar sempre a opção com melhor relação custo-benefício.

Pensando nisso, elaboramos este post com dicas para economizar nas compras de itens para casa. Confira e aprenda como aproveitar melhor o seu dinheiro.

Defina um valor para cada ida ao mercado

O primeiro passo para não desperdiçar dinheiro é estabelecer um valor fixo para cada ida ao mercado. Com um limite definido é possível ter uma noção melhor do quanto gasta em média nas compras, perceber as alterações nos preços entre semanas/meses e identificar quais gastos foram supérfluos.

Antes de qualquer compra faça uma lista do que realmente é necessário

É preciso manter o foco nas idas ao mercado, você está lá para comprar itens para sua casa e não para passear e pegar nas gôndolas o que achar interessante ou der vontade de consumir.

Por isso, para se manter no controle é essencial fazer uma lista dos itens indispensáveis e segui-la à risca.

Para definir o que deve ser colocado nessa lista, é importante levar em consideração o que você ou a família consomem durante uma semana. Também é uma boa opção fazer um cardápio de refeições para a semana para não passar dos limites nos alimentos.

Outra coisa interessante de se fazer é dividir os itens da lista por categorias. Assim, você evita voltas no mercado e deixa de ter que lidar com a vontade de comprar as coisas que estão fora da lista.

Fique ligado(a) nas promoções

Estamos na era digital; por isso, hoje é muito fácil cotar preços sem sair de casa nem ter de colecionar panfletos de promoções.

Confira o preço dos itens que você precisa nos sites dos mercados e nas lojas dentro dos diferentes aplicativos. Você vai gastar um certo tempo, mas ao final da pesquisa saberá onde cada item custa mais barato.

Não deixe de aproveitar também os cupons de descontos para conhecer novos mercados nos aplicativos, eles podem ser muito interessantes e fazer toda a diferença no valor da compra semanal/mensal.

Preste atenção também nos itens de estação e substitua os que você consome normalmente por eles. Ainda, algumas coisas têm um preço mais atrativo quando compradas em atacado (cuidado para não exagerar).

Se o seu interesse for em utensílios domésticos e/ou produtos do dia a dia, procure na internet por promoções e compare os preços entre os diferentes sites e marketplaces. Não se esqueça de comparar também os valores do frete.

O de sempre muitas vezes não é o melhor

Tem muitos itens que só compramos de uma marca específica por puro costume. É preciso experimentar novas marcas, você pode se surpreender.

Faça testes com produtos nunca comprados antes e dos que têm a marca do próprio mercado, que costumam ser mais baratos e de boa qualidade.

Por isso, quando for procurar por itens básicos, escolha marcas menos conhecidas e com preços mais atrativos, além de economizar um bom dinheiro você conhecerá muitas coisas boas que ainda não tinha experimentado.

Com essas dicas e muita disciplina em pouco tempo você notará o quanto está economizando nas compras de itens para casa. Não deixe de anotar o valor total de cada compra para comparar com as outras e saber se realmente está usando melhor o seu dinheiro.