Meu cachorro fica muito agitado ao passear

Confira as melhores dicas para acalmar o seu pet antes de sair de casa.

Passear com cães pode ser uma das alegrias de ter um animal de estimação, com benefícios tanto para as pessoas quanto para os pets. O passeio pode aumentar o vínculo entre dono e animal por meio do envolvimento em uma atividade juntos.

No entanto, nossos cães nem sempre se comportam perfeitamente em torno de outros animais e pessoas, inclusive quando saímos em passeios que deveriam ser agradáveis. Quando isso começa a ocorrer, sinais precisam ser detectados — além da presença de um profissional veterinário.

Então, qual é a diferença entre uma resposta normal e uma excessivamente ansiosa? E em que ponto os proprietários devem se preocupar? Um cão que está à vontade com os humanos e outros cães em seu ambiente será calmo, afetuoso e brincalhão. O rosnado estranho aqui e ali na brincadeira despreocupada não é nada para se preocupar.

Mas os donos geralmente podem dizer sem muita dificuldade se seu cão está excessivamente ansioso com outras pessoas ou animais de estimação, pois é provável que presenciem uma combinação reveladora do que chamamos de comportamentos “reativos”.

Quer entender por que seu cachorro fica tão agitado antes de sair e como a ansiedade pode estar afetando o seu pet? Então, você está lendo o artigo correto! Continue até o final para tirar todas as suas dúvidas!

Por que os cães ficam tão agitados?

Comportamentos indesejados durante uma caminhada geralmente começam como um comportamento indisciplinado sem má intenção quando um cão tenta alcançar pessoas e outros cães.

Esses comportamentos dificultam a caminhada e, com o tempo, o dono tenta controlar o cão apertando a guia e, às vezes, usando castigos verbais ou físicos.

No entanto, essas reações ao comportamento indesejado podem sinalizar ao cão que a aproximação iminente de pessoas e outros cães é problemática, aumentando em vez de diminuir a excitação emocional do cão. A punição também aumenta a ansiedade e o medo, e o estímulo pode então se associar a resultados desagradáveis, crescendo ainda mais a tensão sempre que o cão encontra pessoas e outros cães.

O que fazer nesses momentos?

Como proprietário de um animal de estimação, é importante que você gerencie quaisquer sinais emergentes de comportamento reativo. Pensando nisso, siga estas dicas:

  • Calma, mas assertivamente, coloque-se entre seu cão e o outro animal, pessoa ou estímulo que desencadeou sua ansiedade.
  • Volte sua atenção totalmente para o seu cão, com muito contato visual. Isso deve criar um pouco de espaço que interrompa seu comportamento e permitirá que ele diminua a ansiedade.
  • Remova-o da situação geradora de medo o mais rápido possível, para um lugar onde se sinta seguro.
  • Nunca grite com o pet por demonstrar ansiedade – isso só aumentará o estresse. Em vez disso, recompense seu cão quando ele mostrar sinais de estar mais relaxado.

Como fazer com que a ansiedade não seja constante?

Há também muitas outras coisas que você pode fazer em casa para ajudar um cão nervoso a se sentir mais confiante:

  • Uma maneira de acostumar o cão a desconhecidos é vestir diferentes tipos de roupas em momentos diferentes (especialmente de cores brilhantes). Isso ajudará a aclimatá-lo a diferentes aparências.
  • Incentive-o a investigar uma variedade de objetos domésticos para prepará-lo para diferentes situações.
  • Leve-o para passear na trela (os filhotes podem ser carregados) para ele ver e ouvir outros cães a uma distância razoável.
  • Se o seu cão se comportar de forma positiva e calma durante essas novas experiências, recompense-o sempre com uma guloseima ou brinquedo.
  • Incentive o comportamento positivo e procure ajuda com sua ansiedade, assim, você estará fazendo sua parte para criar um animal de estimação relaxado, feliz e socialmente confiante.