Aftas na boca: descubra o que causa e como tratar

Aftas na boca: descubra o que causa e como tratar

As aftas na boca são um problema muito comum em diversas pessoas. Porém, elas nada mais são do que úlceras ou problemas de lesões considerados sérios que podem evoluir para coisas piores.

Por esse motivo, é importante observar a quantidade de aftas que uma pessoa tem e qual a frequência que elas acabam aparecendo na boca. 

Essas informações são importantes na hora de investigar as causas e propor tratamentos para essa questão. 

Além disso, essa enfermidade pode ser muito incômoda e pode evoluir para aftas maiores, principalmente quando estas são causadas por aparelhos e alinhadores invisíveis, fator que pode atrapalhar a alimentação das pessoas. 

Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre as aftas, ou as úlceras da boca, e entenda como tratá-las, preveni-las, e também, saiba dos problemas que podem surgir a partir das que não são devidamente tratadas. 

O que são as aftas?

Como dito anteriormente, a afta nada mais é do que uma pequena úlcera superficial que pode surgir em diversos pontos da boca. Dessa forma, é possível que uma se desenvolva na língua, bochechas e até mesmo nas margens dos lábios.

Desse modo, veja os principais malefícios que uma afta pode causar: 

  • Extrema dor;
  • Incômodo na hora de mastigar algum alimento;
  • Em alguns casos, cansaço;
  • Em casos extremos, até mesmo febre.

O curioso dessas aftas é que elas desaparecem com o tempo, além delas serem mais comuns em homens do que mulheres. 

Porém, se uma afta permanece na boca de uma pessoa por mais de 3 semanas, isso pode ser um alerta, principalmente para quem usa aparelho invisível preço. Isso porque, ela pode ser um sintoma de algo mais grave. 

Vale lembrar que a afta pode ser um sintoma relacionado a doenças extremamente graves como é o caso do câncer na boca, garganta e até mesmo na língua. 

Desse modo, além de observar quanto tempo a afta fica na boca, é necessário verificar sua reincidência. 

Causa

As aftas podem acabar aparecendo na boca de alguém por inúmeros motivos. Dessa forma, essas pequenas úlceras podem ser um resultado do enfraquecimento do sistema imunológico da pessoa. 

Além disso, elas normalmente são causadas como uma espécie de sinal físico de um período em que o estresse e ansiedade estão muito elevados em um indivíduo.

Além disso, quedas que envolvem traumas e machucados na boca também podem gerar aftas na região, como por exemplo uma mordida na bochecha ou cirurgias bucais como a extração de dentes como o siso.

Em resumo, algumas doenças inflamatórias e problemas gastrointestinais também podem ser resultado das aftas.

Vale lembrar que, quando a boca possui uma ou mais aftas, ela acaba ficando sensível a comidas mais ácidas e até mesmo a procedimentos simples e indolores, como é o caso do clareamento dental.

Como prevenir as aftas?

Como já mencionado anteriormente, as aftas costumam ser resolvidas de modo natural. Isso porque, a sua cura funciona da mesma forma que um machucado da pele, cicatrizando  naturalmente. 

No entanto, caso o paciente sinta muita dor, além de um incômodo na hora de comer, é possível usar medicamentos e pomadas tópicas aplicadas sobre a afta, que costumam reduzir a inflamação, além de aliviar a dor.

Além disso, quando a afta acaba apresentando quadros de febre, e permanece mais do que 3 semanas, é indicado procurar um médico ou até mesmo um dentista de sua preferência, como por exemplo um profissional responsável pelo clareamento dentário.

Nesses casos, a afta pode ser um sintoma de um problema mais sério, como por exemplo o próprio câncer na boca, garganta ou língua. Por esse motivo, vale a pena prestar atenção em vários sinais que o corpo possa dar em relação a esses sinais.

Em suma, é sempre importante procurar um dentista para fazer avaliação e dessa maneira buscar o tratamento correto e mais adequado para cada paciente. 

Vale lembrar que com afta ou não, é sempre importante fazer consultas de rotina ao dentista para avaliações e procedimentos como limpeza, ou até mesmo o clareamento dental a laser.

Dessa forma, é possível identificar doenças e problemas bucais quando eles estão no início ainda. Assim, fica mais fácil de tratar, evitando os sintomas e possíveis consequências de uma doença bucal.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.