Qual a média de gastos mensais com um cachorro de grande porte?

Valores variam dependendo da saúde e do tipo de ração que você oferece ao animal; veja o que precisa considerar na sua conta

Quem tem um animal de estimação sabe que a companhia fiel também significa gastos mensais, afinal é mais um integrante na família. É aí que vem a pergunta que todo tutor de primeira viagem quer fazer: quanto custa?

Calcular um valor médio nem sempre é fácil, porque esse montante depende de muitos fatores. Em qualquer caso, é uma ótima ideia se planejar e aproveitar promoção, como a Black Friday para pets, para fazer algum estoque.

Antes de adotar um cachorro de grande porte, é bom que você saiba que, muito provavelmente, vai gastar pelo menos R$300 reais por mês com o pet. Em alguns lugares, os custos podem ultrapassar os R$1 mil, principalmente se você pretende dar do bom e do melhor para o seu amigo.

Preço da ração varia, mas prepare o bolso

O primeiro gasto que vem à mente é a comida e isso faz sentido, pois é mesmo o item que você, provavelmente, mais vai precisar comprar durante a vida do animal. O cálculo da quantidade é feito por peso, porque quanto maior for o seu pet, mais ele deve comer.

Um cachorro precisa comer, em média, 5% de seu peso corporal por dia. Isso quer dizer que um animal de grande porte, que pesa entre 25 e 40 kg, pode consumir mais de 50 kg de ração por mês. Quanto isso significa em reais? Depende, mas pode ultrapassar os R$400.

É difícil estimar um valor mais preciso porque isso vai depender, principalmente, do tipo de ração que você oferece para o seu animal. Enquanto um pacote de 20kg de uma marca standard custa cerca de R$120, a versão premium pode chegar a R$180, em média.

É importante lembrar que a qualidade da proteína e outros ingredientes presentes na ração podem influenciar na saúde do cachorro, especialmente se ele tem alguma condição especial. Comprar uma ração de qualidade não é custo, é investimento. Não precisa ser a mais cara, mas, se possível, tente evitar a mais barata.

Gastos com saúde precisam entrar na conta

Também é fundamental lembrar que todo cachorro vai precisar de cuidados veterinários, que incluem, no mínimo, vacinas, consultas de rotinas, vermifugação e antipulgas regularmente.

Os preços também variam dependendo de onde você pretende levar o animal, mas mesmo que o atendimento seja público, você precisa estar preparado para arcar com medicamentos e exames de vez em quando.

Se o animal tem alguma doença crônica, isso precisa ser considerado, mas lembre-se também que imprevistos acontecem e devem estar no seu radar. É sempre bom ter um dinheirinho guardado para esses momentos e, se cabe no seu orçamento, pode até valer a pena pagar por um plano de saúde animal.

Considere também banho e tosa

Os cachorros precisam de banho e tosa com alguma regularidade. Se o seu amigo é de grande porte, são menores as chances que você consiga fazer isso em casa, por conta própria. Portanto, pode colocar na conta esses serviços, pelo menos uma vez por mês. Quanto maior for o seu cachorro, mais caro.

Enquanto um banho e tosa para um cachorro pequeno varia de R$40 a R$70 reais, em média, os valores para os cachorros começam em R$70 e podem chegar a R$150 reais. Os preços também variam dependendo da cidade e do bairro em que vocês vivem: quanto mais nobre é a área, mais caros são os serviços.

E ainda tem os custos extras

Você também vai querer oferecer ao seu amigo uma caminha, alguns brinquedos, petiscos e itens de higiene. Esses gastos também podem pesar no orçamento do mês, principalmente se você não se planejar para isso.