Agile marketing: entenda o conceito

Agile marketing

As diversas estratégias de marketing sempre têm como base abordagens que atraiam os clientes até a compra final e a fidelização do produto, além de auxiliar o empreendimento na gestão. Uma dessas metodologias é conhecida como agile marketing.

Com uma proposta que transforma o trabalho em pequenos ciclos, que são bem definidos, o objetivo desta estratégia é que o plano de marketing de um empreendimento se torne mais dinâmico e que ao mesmo tempo garanta a satisfação do cliente.

Afinal, com a modernidade e a atualização de ferramentas ou softwares que ajudam na gestão, acaba sendo necessária a adoção de medidas para acompanhá-los, e até mesmo se tornar um forte concorrente no segmento em que se atua.

Nesse contexto, com o agile marketing, uma barbearia moderna pode se destacar não somente no bairro em que funciona, como também na cidade em que se localiza.

Por causar transformações nas equipes responsáveis do setor, o agile marketing acaba tornando-as mais flexíveis e colaborativas, de modo que saibam responder sempre sobre o mercado e que nunca perca o foco no cliente enquanto se aprimoram.

Além disso, o nascimento dos métodos ágeis no marketing se deram com o desenvolvimento dos softwares, que por sua vez podem criar dados ou produtos que um negócio deseja, tudo isso de uma maneira mais rápida e eficiente.

Pelo fato do software estar presente em diversos setores, como um workshop de carreira para mulheres, tornou-se ainda mais popular e utilizado juntamente com o avanço da tecnologia, assim, o agile serve como um pilar para muitos segmentos.

Contudo, o desenvolvimento primário dos softwares que temos conhecimento ocorreu por volta dos anos de 1970, quando Winston Royce, um cientista da computação, publicou um artigo sobre esse modelo de programação.

A partir de então, as bases para o que se tem conhecimento de hoje ser o agile marketing foram lançadas.

Importância e benefícios do agile marketing

Gerando muitos benefícios para um empreendimento quando feito de maneira correta, embora algumas vezes tenha que mudar a estrutura de uma organização, o agile marketing garante que um empreendimento receba benefícios, como:

  • Aumento na produtividade;
  • Crescimento na eficiência;
  • Reter o consumidor;
  • Maior abertura para mudanças;
  • Alinhamento de equipe.

Utilizando o agile marketing, a produtividade das equipes de uma empresa podem gerar bons resultados em um curto espaço de tempo, podendo até mesmo transformar um projeto de sala de reunião moderna que tivesse maior durabilidade em algo mais simples.

Assim como um projeto que não dava um bom retorno em algo positivo, e por consequência, as falhas são evitadas, assim como a identificação de melhorias se torna mais fácil de ser vista.

Enquanto o marketing tradicional foca na marca, o agile mira no consumidor para suprir suas necessidades de obter informações e as exigências que eles possuem, tanto na parte de dúvidas como no que diz respeito às soluções para seus problemas.

De maneira que o cliente possa sempre obter sucesso no que se refere aos serviços de uma empresa, como aconteceria em um conserto microfone iphone 7, por exemplo.

Principais frameworks dessa estratégia

Para que se possa ter meios que colaborem na agilidade do marketing, é necessário contar com programações e softwares que não sejam somente rápidos, mas que também possam permitir a gerência de estruturas e atividades.

Além disso, os frameworks são estruturas que resolvem ou auxiliam algo em específico, e quando se trata de agile marketing, os mais utilizados são:

  • Scrum;
  • Kanban;
  • Scrumban;
  • Lean.

O scrum é o framework mais conhecido no ramo do agile marketing, justamente por trabalhar em um período que pode ir de 1 a 4 semanas, finalizando com o feedback que pode contribuir nas campanhas ou para a melhoria dos itens oferecidos.

A prioridade desse framework é a colaboração e o compartilhamento entre quem o utiliza, com vistas a facilitar a comunicação estratégica de forma transparente, podendo incluir até mesmo outros setores além do departamento de marketing.

Em uma hipótese, tal como um copo personalizado de aniversario, a empresa que utiliza o scrum pode interligar tanto os setores de produção do item, quanto os de design ou de vendas.

O kanban é focado na questão visual da parte de gestão do procedimento, e seu significado pode ser traduzido para “painel”.

Esse modelo de framework é um quadro que possibilita a visualização e o andamento do fluxo de trabalho. Tradicionalmente, esse método envolve quadros e lousas com post-its, mas com a tecnologia, há a possibilidade de investir em alternativas online.

Pela sua simplicidade de entendimento e de acesso, o kanban pode ser dividido em etapas de “para produzir”, “em produção” e “finalizado” em áreas como planejamento, edição, revisão, medição de dados ou de capital.

Assim, durante o seu processo de fabricação e outras etapas que envolvem a produção de uma necessaire transparente personalizada, é demonstrada através dessas fases principais até chegar na conclusão.

Em alguns casos, o kanban pode especificar os responsáveis pelas tarefas e pode até mesmo banir a necessidade de algumas reuniões por estar constantemente atualizando o fluxo de como o trabalho está sendo feito.

O scrumban, por sua vez, é uma união entre o scrum e o kanban. A base desse framework é feita com os conceitos do scrum e o visual do kanban, o que acaba possibilitando uma visão mais ampla de como está o funcionamento do projeto.

O scrumban é uma dos meios mais flexíveis, até mesmo que o próprio scrum, permitindo que se entenda mais da metodologia ágil do marketing e consiga se adaptar a ela.

Por fim, o lean é focado em agilizar e simplificar os processos, tornando-os sucintos para saber como usar o tempo ou os recursos de forma que seja necessária.

Indicado especialmente para os empreendimentos de pequeno porte de display de acrílico para doces ou empresas emergentes (startups), uma vez que desenvolvem projetos pequenos com poucos recursos, porém, mais objetivos.

Isso porque sua rápida adaptação no mercado facilita no que necessita de inovação e mantém o foco do consumidor, a fim de deixá-lo satisfeito.

Diferenças entre o marketing tradicional e o agile marketing

Ainda que inicialmente pareça ser a mesma coisa, há divergências entre o marketing tradicional e o agile marketing.

A primeira é pelo fato do marketing tradicional fazer com que os planos documentados ou apresentações de estratégias se transformem, muitas vezes, em algo prolongado nas reuniões ou no próprio planejamento em si.

Assim como as suas campanhas, que podem ter sido construídas com recursos extensos e demandando até mesmo dias para ocorrer a aprovação.

Já no agile marketing, o planejamento é feito em um curto tempo com planos objetivos, ao ponto de que reste tempo para serem feitos testes do que a empresa está se propondo a experimentar.

O marketing tradicional também tem como característica lançar um projeto após alguns meses e só avaliar os resultados destes somente no final, o que entra na característica oposta ao do agile, que mensura os resultados iniciais e realiza ajustes.

Se a publicidade ou a produção de carimbo personalizado enfermagem de uma empresa não está funcionando, o agile marketing logo toma medidas para reverter a situação com os ajustes necessários, para conquistar e manter o público que possui.

Mas com o agile marketing, os erros que são cometidos são levados como uma forma de aprendizado para que não sejam repetidos, e as conquistas que a equipe obteve se tornam um incentivo de aprimoramento.

Contudo, por gerar uma liberdade no ambiente de trabalho, o agile marketing pode acabar se tornando um empecilho ao invés de uma assistência ao empreendimento, posto que pode acabar causando dispersão na equipe e do trabalho.

Com isso, deve-se ter em mente que o time que trabalha com essa estratégia deve se manter focado na realização das etapas necessárias, a fim de não gerar tarefas inacabadas, que prejudiquem a produtividade.

Considerações finais

O marketing é uma área que traz novidades e se aprimora conforme o passar dos anos, somados às necessidades de satisfazer os clientes, de modo que ocorra as melhorias para as empresas se adaptarem ainda mais ao mercado.

Com o agile marketing, é possível transformar as melhorias e os resultados de um empreendimento ainda mais, e tudo isso sem perder o foco no cliente, a peça mais importante para uma estratégia funcionar.

A flexibilização, a eficiência e o rápido auxílio que o agile marketing proporciona pode fazer a diferença e tornar o empreendimento uma referência no mercado, que pode se adaptar a ele e passar por crises sem grandes prejuízos.

As falhas que ocorrem na utilização dessa estratégia também são vistas como uma forma de aprendizado para não serem repetidas, o que se transforma em um incentivo ainda maior para as equipes e os departamentos sobre como lidar para manter o cliente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.