O que são LCI e LCA?

Investimentos chamam atenção por não estarem atrelados ao imposto de renda.

Os investimentos de renda fixa se popularizaram nos últimos anos. Aplicar parte do seu capital nesses ativos é uma forma de diversificar a sua carteira de investimentos. Dois dos ativos mais recomendados deste gênero são o LCI e o LCA.

De acordo com um levantamento da plataforma de investimentos Yubb, a renda fixa é o investimento preferido dos brasileiros. Segundo o ranking, a LCI/LCA foi o 3° investimento mais buscado em fevereiro deste ano, atrás apenas de CDBs e Tesouro Direto.

Definição de LCI e LCA

LCI e LCA são letras de crédito. O LCI é a letra de crédito imobiliário, emitida por bancos e instituições financeiras, que ajudam a financiar o setor imobiliário. Já o LCA é a letra de crédito do agronegócio, título que também é emitido por bancos para financiar o setor.

Como todo investimento de renda fixa, o investidor está emprestando dinheiro ao banco para financiar um dos setores. Assim, ele recebe o valor do investimento mais os juros do período na data de vencimento do título.

Quais as principais características do LCI e LCA?

A principal diferença entre LCI e LCA é que as letras são destinadas a financiar setores específicos da economia. Dessa forma, além de investir e rentabilizar o próprio dinheiro, o investidor ajuda a fomentar segmentos importantes da economia brasileira. O funcionamento do LCI e LCA são bastante semelhantes. Confira, abaixo, as principais características desses investimentos:

Liquidez

Uma característica importante das letras de crédito é que oss ativos não possuem liquidez diária. Então, é importante ter em mente que, ao investir nesses ativos, você deve priorizar o resgate apenas no vencimento. A dica é planejar bastante, definir um objetivo para o capital e evitar a necessidade de resgatar o dinheiro antes dessa data.

Segurança

Tanto o LCI como o LCA são cobertos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) no limite de até R$ 250 mil por CPF do investidor. Então as letras de crédito oferecem a mesma segurança de um CDB ou um título do Tesouro Direto, por exemplo.

Rentabilidade

O rendimento do LCI e LCA pode variar de acordo com o tipo de rentabilidade do ativo. As letras podem ter juros prefixados, que já têm rendimento definido com antecedência, assim é possível prever quanto você receberá na data de vencimento da aplicação.

A letra de crédito também pode ser pós-fixada: a rentabilidade é determinada pela variação do CDI ou da taxa Selic no período entre a compra e o vencimento do título. A letra também pode ser híbrida, possuindo juros prefixados e uma taxa pós-fixada.

Tributação

Essa é uma das principais vantagens do LCI e LCA. Ambos os investimentos são isentos de imposto de renda. É diferente de outros investimentos de renda fixa, como CDBs, no qual o imposto incide regressivamente no título, ou seja, quanto mais tempo aplicado, menor será a tributação.

Vale a pena investir em LCI e LCA?

Em comparação a outros investimentos de renda fixa, a LCI e LCA levam vantagem porque são ativos isentos de imposto de renda. Dessa maneira, toda a rentabilidade obtida no período é líquida, ou seja, o investimento é resgatado sem descontos.

Os investimentos possuem a mesma segurança de um CDB. Há opções de curto, médio e longo prazo no mercado, o que ajuda a diminuir o peso do principal ponto negativo das letras de crédito: não há liquidez diária.

Ainda em relação à liquidez, muitos bancos estipulam um prazo de carência de, pelo menos, três ou seis meses para facilitar a vida dos investidores. Porém, os investimentos não são os mais indicados para a reserva de emergência. Para alguns outros objetivos, como fazer uma viagem, LCI e LCAs podem ser ótimas alternativas de investimento.