Como escolher um sistema de alarme residencial?

escolher um sistema de alarme residencial

Saber como escolher um sistema de alarme residencial é uma garantia de segurança hoje em dia. Ainda mais nas grandes cidades, onde os índices de invasões e furtos têm tido um grande aumento nestes últimos anos.

Para saber como escolher um bom alarme para o seu imóvel, basta continuar lendo este conteúdo!

Como escolher um sistema de alarme residencial?

A cada hora, pelo menos uma residência é invadida por ladrões, no estado de São Paulo. Com o aumento no índice de furtos e roubos, mais as pessoas se preocupam com questões de segurança.

Escolher um bom sistema de alarme é um dos melhores meios para proteger a residência de intrusos. Isso porque, um sistema de monitoramento por vídeo é capaz de inibir delitos e fornecer maior sensação de conforto para os moradores.

Para ajudá-lo a escolher um sistema de alarme ideal para atender às suas necessidades, fizemos uma lista com algumas dicas que poderão ser úteis, veja logo abaixo!

1. Dê preferência a empresas credenciadas

O sistema de alarme é um assunto crucial e, por isso, requer que você busque por empresas seguras e credenciadas. Portanto, o primeiro passo é buscar na Internet algumas opções de confiança.

A Smart Alarme é uma empresa de qualidade que atua na área de monitoramento de segurança com alarmes residenciais.

2. Entenda as suas necessidades

Entender bem quais são as necessidades de sua residência é viral para fazer uma escolha mais assertiva do alarme. Sendo assim, você deverá levar em conta alguns dos seguintes pontos:

  • Quantidade de acessos da residência;
  • Extensão da área a ser protegida;
  • Rotina das pessoas que acessam o imóvel;
  • Informações sobre a vizinhança.

Ao observar esses pontos, você poderá definir melhor quais são as reais necessidades da sua residência em relação ao alarme. Dessa forma, será possível definir a quantia de sensores, lugares de instalação de cada um e o tipo mais adequado.

Com esses dados em mãos, você também poderá definir o modo que aciona o alarme, caso ocorra alguma invasão e quais serão as providências tomadas.

3. Alarmes sem fio

Para instalar os alarmes com cabos é preciso fazer algumas modificações na rede elétrica, o que pode gerar algumas dores de cabeça. Para evitar esse tipo de situação, existem os modelos de alarme sem fio.

No entanto, é sempre bom lembrar-se de verificar a bateria do alarme com frequência, para não deixar o imóvel vulnerável.

4. Escolha um sistema fácil de se operar

Assegure que não será muito difícil operar o sistema do alarme, inserir consigo nas teclados e que qualquer pessoa da sua família possa aprender de forma fácil. Assim evita que você tenha que consultar o manual do alarme sempre que for inserir ou interpretar os códigos.

Afinal, só porque o sistema de um alarme é mais complexo, não significa que ele será mais eficiente. É na verdade o contrário, visto que os aparelhos atuais são modernos, descomplicados e muito intuitivos.

Portanto, ao escolher um sistema de alarme residencial, opte por os modelos fáceis de instalar, programar e manusear. De maneira que todos os membros da família possam entender como funciona sem problemas.

Mas, vale ressaltar que, mesmo os sistemas mais simples, é preciso contar com um especialista para instalar o aparelho no lugar adequado. Somente assim você terá a garantia de segurança é bom funcionamento do alarme.

5. Condições e necessidades específicas do lugar

Como dito antes, é preciso considerar o acesso à residência, como as barreiras externas que podem ser instaladas conforme as condições e necessidades do lugar, evitando futuras invasões.

Após fazer essa análise, um técnico em segurança poderá avaliar as informações que obteve para elaborar um projeto que previna os problemas que podem colocar em risco o imóvel e as várias soluções.

6. Monitoramento na palma da mão

Devido a expansão do conceito de Internet das Coisas, existem uma série de dispositivos que podem se conectar aos smartphones e tablets. Sendo assim, os sistemas de segurança também fazem parte dessa tendência.

Em outras palavras, você poderá controlar os sistemas na palma de sua mão, de um modo bem mais prático e rápido, a qualquer hora e em qualquer lugar. O controle é feito por meio de após móveis.

Para obter essa maior praticidade, busque no mercado quais são as melhores tecnologias disponíveis, que irão trazer soluções de monitoramento. Assim você poderá fazer a gestão do sistema no seu celular ou Tablet, obtendo mais segurança do imóvel mesmo distante.

Por fim, agora você já sabe como escolher os melhores equipamentos de sistema de alarme residencial, certo? Não deixe de colocar em prática essas dicas para ter maior garantia de um lar seguro para você e sua família.

E caso tenha gostado deste conteúdo, não esqueça de compartilhar com os seus amigos e confira outros posts como este em nosso blog!